VÍDEO: Suspeita de furto termina em confusão entre clientes e seguranças do Bar do Cuscuz, em CG

0
2762

O famoso Bar do Cuscuz, localizado às margens do Açude Velho em Campina Grande, na noite do último, sábado (03), foi palco de uma grande confusão envolvendo alguns casais que teriam sido furtados dentro do estabelecimento e funcionários.

Alessandro Medeiros, um dos clientes, por meio de suas redes sociais contou sua versão do caso. “É com tamanha indignação que venho por meio das redes sociais informar que eu e meus amigos fomos furtados dentro do Bar do Cuscuz. No dia 03/03/2018 nos reunimos com um grupo de casais amigos para para comemorar o noivado de um deles. Ao sair os respectivos casais foram pagando parcialmente a conta e deixando o dinheiro e comprovantes de cartões de débito e crédito dentro do porta guardanapos da mesa. No final, no momento de pagar o restante da conta observamos que o dinheiro e comprovantes simplesmente sumiram de dentro do objeto no qual havíamos deixado. Para evitar transtorno e constrangimento, paguei a conta no valor toral no meu cartão de débito, em seguida gentilmente fui ao maitre Naldo e o gerente Venâncio solicitar as imagens das câmeras para saber quem retirou o dinheiro do local e o pegar o meu cupom fiscal que é direito de todo consumidor, e pedi também a minha via do cartão de débito que haviam levado para gerência (por sorte paguei o valor de R$ 760,86 com o cartão de débito e ficou registrado no extrato da c/c)”, relatou.

Medeiros ainda diz que funcionários do Bar do Cuscuz agrediram ele e uma amiga, e que foram chamados seguranças para tirá-lo do local. “O mesmo [o maitre Naldo] com toda estupidez e arrogância me informou que não seria possível passar as imagens, que não tinham cupom fiscal, que não sabia aonde tinha parado o meu comprovante do cartão e me entregou a parcial da conta e começou a chamar os seguranças pelo microfone para me tirar a força do local (provavelmente para evitar sujar o nome do Bar), mesmo eu fazendo solicitação do que me era de direito com toda calma e educação. Chegaram mais de 6 seguranças homens em cima para me forçar a saída, neste momento o garçom Rogério avançou agressivamente em cima de mim para tomar o meu celular dizendo que eu não tinha direito de filmar. Pedi que devolvesse e ele continuou mexendo no meu celular tentando encontrar o que havia sido filmado, nesse momento uma de nossas amigas (Viviane) veio ao garçom pedir que devolvesse o respectivo telefone e a mesma também foi agredida”, publicou.

Por fim, Alessandro que revela ser de Recife, confirma que prestou queixa do caso. “Ao sair do local fomos a delegacia de plantão de CG para prestar queixa do roubo e da agressão e por instrução do delegado de plantão fomos ao instituto de polícia científica fazer o exame de corpo e delito. Para minha surpresa fiquei sabendo pelo escrivão da delegacia e pelo médico do IPC que isso é uma prática comum no bar do cuscuz. Nunca, jamais, levem seus amigos e familiares para esse bar tão “famosinho” em CG, lugar de pessoas arrogantes, despreparadas e desqualificadas. Como sou de Recife, gui pela primeira vez para conhecer e não imaginava passar por tamanho constrangimento, estamos tomando as medidas cabíveis para que os responsáveis respondam em juízo pelo ocorrido”, pontuou.

Um vídeo que foi gravado por clientes durante a confusão circula na internet. Veja:

Até o presente momento o Bar do Cuscuz não se pronunciou sobre o caso. O Portal Paraíba Debate se coloca à disposição para possíveis esclarecimentos.

Leia também:

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY