VENEZIANO: “Ricardo melhorou muito como gestor, em diversas áreas”

0
128
Imagem: Veneziano / Correio FM

Acusado de criticar o governador Ricardo Coutinho (PSB) e agora se aliar a ele, o pré-candidato ao Senado Federal pela chapa da situação, Veneziano Vital do Rego (PSB) explicou o que o fez mudar de ideia. Ele considera melhoras significativas no governo de Ricardo, o que o fez se coligar à chapa que tem João Azevedo à frente. Ele deu entrevista a rádio Correio FM nesta quinta-feira (12).

Veneziano disse que, mesmo com a mudança de lado, ele não mudou. “Você vai ter dificuldade de encontrar muitos agentes políticos com a minha linha de coerência. O grupo de oposição não gostou da nossa aproximação. O PSDB não reconhece a parcela de trabalho que o PSB entregou à Paraíba, eu sim. Não tive dúvidas quaisquer para dizer que a melhor escolha hoje para o eleitor é do PSB”, comentou.

Veneziano disse que, naquela época, era preciso que Ricardo visse o que estava sendo feito. “O governador poderia sentar na mesa para conversar e ele passou a fazê-lo. Como ele fez com os servidores. Então, pontos de questionamentos que fiz não significam dizer que isso é uma mudança de visão”, explicou, considerando o apoio de Ricardo importante.

Vice – O pré-candidato Veneziano defende o nome de Efraim Morais Filho para a posição de candidato a vice-governador. “Ele é o que pode somar à chapa, está com Ricardo desde 2010, ao final todos definirão isso. Se Daniela Ribeiro vier a ser candidata, será para o Senado, porque não tem sentido ela desistir do cargo, caso seja eleita, para pleitear a prefeitura de Campina Grande”, opinou.

Veneziano ainda enfatizou que a esposa Ana Cláudia Vital é candidata porque ela tem vida própria. “Como serão conduzidas essa posições, só daqui a alguns 10 dias”, ressaltou. O pré-candidato ainda criticou a privatização da gestão do Maior São João do Mundo em Campina e explanou as diversas obras que construiu ou finalizou em sua gestão municipal de oito anos.

“Veja o que uma administração que fez mais de 8 mil obras, o São João foi internacionalizado, 646 ruas calçadas, dentre outras, recebe muitas vezes de pessoas desinformadas. Na minha gestão, 7 mil cidadãos se alimentavam nas cozinhas e restaurante populares, que hoje continuam fechados. O Hospital da Criança foi aberto por mim. Oportunidades de trabalho? Consegui realizar 12 concursos públicos, que empregou 8 mil pessoas. Enfim, está tudo aí, basta pesquisar sobre o que fiz”, concluiu.

Valdívia Costa/PB Debate

Veja também: Prefeito de Itabaiana reitera apoio a Damião e diz que é o único que destina emendas federais para o município

 

 

As candidaturas postas, João Azevedo e as demais outras que virão, com seus cargos, não estão sendo definidas para derotar adversários, não. Estamos trabalhando para a escolha.

Discuto o tema da UEPB. Vai chegar em algum momento a uma conclusão. Agora estava com João Azevedo mostrando em numeros, q de 2011 p cá, saiu de 180 milhões para mais de 200 milhões de reais. è preciso que essas questões sejam expostas. Tenho respeito pelo meu professor Rangel, mas temos que chegar a um denominador comum. A autonomia é uma situação, e ela não da p fabricar recurso, sem imitações p gastos. Não pode gastar mais do que as condições que se tem para receber.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA