Presidente nacional do PT defende aliança com João Azevedo e sobre ‘golpistas’, afirma: “Precisamos separar”

0
103

A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), senadora Gleisi Hoffmann, falou nesta quarta-feira (16) sobre as articulações do partido no Estado em torno da tese de lançamento de candidatura própria ao Governo ou apoiar o nome do PSB, João Azevedo. Gleisi defende uma aliança entre petistas e socialistas. 

“Temos gratidão ao governador Ricardo por seus fortes posicionamentos e nossa tendência é apoiar a manutenção desse governo, mas também queremos contribuir com a chapa majoritária. O deputado Luiz Couto é um quadro excelente que deverá disputar a reeleição, com isso outros nomes podem ser indicados e colaborar com o processo, então vamos conversar. O PT e o PSB deverão estar juntos em pelo menos dez Estados o que pode facilitar esses entendimentos e fortalecer a esquerda no país”, afirmou.

O PSB liderado pelo governador Ricardo Coutinho se colocou ao lado dos interesses do PT, sendo contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e consequentemente não apoiando Michel Temer (MDB) na Presidência da República.

Sobre uma chapa com ‘golpistas’, a senadora disse: “É um incomodo natural diante de tudo que vivemos com o impeachment de Dilma e agora com Lula, mas precisamos separar os expoentes destas situações”, enfatizou.

Gleisi ainda defendeu a inocência do ex-presidente Lula, preso há cerca de 40 dias acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. “Lula é inocente e entendemos que é uma prisão política, Mesmo assim uma parcela significativa da população sinaliza o voto nele. Não deixaremos ele só”, disse a senadora que ainda garantiu que o petista será candidato: “Iremos registrar a candidatura de Lula sim, ele representa o crescimento do país”.

Redação

Veja também:

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY