Pesquisa mostra que Ricardo Coutinho cumpriu além do que prometeu

0
271

Com a divulgação de pesquisa do G1 sobre o cumprimento de promessas de campanha, realizadas pelo presidente da República, governadores e prefeitos das capitais brasileiras, na qual Ricardo Coutinho (PSB) como segundo governador mais cumpridor, constatou-se também que o governador da Paraíba, executou obras e realizou ações que superaram as suas promessas e em algumas áreas dobraram a meta estipulada por ele.

Com 46% de compromissos totalmente cumpridos, mas se forem considerados as ações prometidas que estão em andamento, o percentual sobe para 65%, ficando atrás apenas do governador  do Estado de Maranhão, Flávio Dino (PC do B).

Em três anos e meio, RC criou 14 escolas técnicas e até o final deste ano, mais sete devem ser concluídas, quando a proposta de campanha era entregar apenas sete unidades. Ainda na educação, o governador  havia prometido construir mais 70 escolas para universalizar o Ensino Fundamental e já construiu 94.

Na área de mobilidade urbana, das quatro promessas feitas, três foram cumpridas e uma está em andamento: conclusão do viaduto do Geisel e de Mangabeira, além da pavimentação da Estrada do Amor em Cajazeiras. A pavimentação da Via Perimetral Sul em João Pessoa foi concluída, mas será entregue até setembro com iluminação ornamental, canteiros e gramados.

Em situação semelhante em que todos os compromissos ou a maioria foi cumprida está a área de Turismo, de Meio Ambiente, Esporte, Infraestrutura e Economia.

No setor de Segurança Pública, um dos mais criticados pela oposição, as ações e investimentos mostram outra realidade realidade. Dos 12 pontos que ele prometeu, apenas três não foram cumpridos, que foram a obtenção de mais dois helicópteros, a construção da Casa Abrigo para mulheres vítimas de violência doméstica e sexual deve ser no Sertão e de um pavilhão para 250 detentos na Penitenciária Flósculo da Nóbrega, mais conhecida como Presídio do Roger. Todos os demais foram contemplados ou estão sendo realizados.

Paraiba Debate

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY