Menina surda quer ser bailarina e é tema de filme sobre inclusão

0
215

As histórias de ficção podem ser boas vias de apreensão da diversidade. Por meio dos personagens, as crianças reveem a sua própria história e compreendem a importância do respeito ao outro, construindo valores como empatia e alteridade. Nesse sentido, os filmes são ótimas opções.

“Tamara”, produzido e criado por  House Boat Animation Studio, é um curta-metragem de animação que conta a história de uma menina surda que sonha em ser bailarina. Com apenas 4:36, o filme fala sobre questões imprescindíveis para o desenvolvimento da criança e destaca o protagonismo da criança ao enfrentar obstáculos e reafirmar o seu sonho.

O curta está disponível online e pode ser trabalhado com os pequenos também em sala de aula, para discutir inclusão e diversidade.

Assista:

Veja também: Animador cria desenho feito 100% em Libras para público infantil

Curta-metragem que fala das tragédias humanas é exibido em CG nesta sexta (28)

Evento discutirá ‘verdadeiro forró’, no próximo sábado (29) na Vila do Artesão

Da Redação Paraíba Debate com Só Escola

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY