Indefinido, PR não descarta aliança com Lígia Feliciano: “Vamos analisar as propostas”

0
2
Bruno em 2012 foi candidato a vice-prefeito de Campina Grande ao lado de Tatiana Medeiros

O Partido da República (PR) ainda não tem nenhuma definição sacramentada a respeito de quem vai apoiar para Governo do Estado nas eleições de outubro, mas está aberto a conversar com todos os pré-candidatos, não descartando nem mesmo a possibilidade de aliança coma vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), que até o presente momento não tem nenhum outro partido ao seu lado.

O presidente municipal da legenda em Campina Grande, Bruno Roberto, disse que o PR dispõe de prazo até a realização das convenções estaduais.

Bruno que é filho do deputado federal Wellington Roberto, afirmou ainda que o partido está disposto a conversar com todos os pré-candidatos, José Maranhão (MDB), João Azevedo (PSB), Lígia Feliciano (PDT) e com Lucélio Cartaxo (PV).

“Vamos analisar as propostas de cada candidato para sabermos ideologicamente, e isso é fundamental, onde o PR vai poder colaborar mais. Democraticamente, nós podemos escutar absolutamente todos. Nada obsta que escutemos, por exemplo, o que Lucélio Cartaxo imagina para a Paraíba. Isso não é aviltante de forma alguma para o partido, mas eu reitero que o  nosso posicionamento ainda está na condição de indefinido”, enfatizou.

Nos bastidores, especula-se que o PR tende a fechar uma aliança com o MDB, indicando Bruno para a vaga de vice, o que não é confirmado nem pelo próprio jovem político, nem pelo senador e pré-candidato, José Maranhão.

Veja também:

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY